Pasta Americana

 



Muitas pessoas me pedem para ensinar a fazer a pasta americana.  Eu aprendi em uma comunidade do Orkut sobre bolos decorados.  A moderadora tinha feito uma página no extinto geocities do Yahoo! e o site desapareceu quando o geocities fechou, infelizmente.  Tinha um guia passo-a-passo utilíssimo, com várias dicas.

A boa notícia é que eu imprimi tudo e vou colocar aqui pra quem quiser fazer XD

A receita foi gentilmente cedida por uma cake designer que admiro muito, Flávia Millás.

Bom, não sei se posso fazer isso, uma vez que tudo foi elaborado por essa moderadora, Sandra (...), não lembro o nome inteiro. Se algum dia ela achar esse blog, espero que não fique ofendida, uma vez que não tenho a intenção de roubar a autoria.  E depois que acabou o Orkut não tenho mais como entrar em contato com ela.




Guia da Pasta Americana

Especial para Flores e Figuras
  • 3 colheres (sopa) de água
  • 1 colher (sopa) rasa de gelatina incolor
  • 1 colher (sopa) de glucose (volume de uma noz com casca)
  • 1 colher (sopa) de margarina FORNO E FOGÃO
  • 1 colher (chá) de essência de amêndoas ou outra de sua preferência
  • açúcar impalpável (o quanto baste)

Em uma panela para banho-maria colocar as colheres de água e espargir a gelatina. Levar ao banho-maria.

Depois de derretida a gelatina acrescente a glucose.  Depois de dissolvida a glucose acrescentar a margarina e a essência.

Com o açúcar impalpável, faça uma cova sobre a superfície onde irá trabalhar, jogue a mistura no meio e vá somando o açúcar até que obtenha a marca de seus dedos nela sem que esteja grudando.

Trabalhe (sove) a massa até tornar-se elástica

Para cobrir bolos de 15 cm a 20 cm
  • 4 colheres (sopa) de água
  • 1 colher (sopa) rasa de gelatina incolor
  • 1 colher (sopa) de glucose (volume de uma noz com casca)
  • 1 colher (sopa) de margarina FORNO E FOGÃO
  • 1 colher (chá) de essência de amêndoas ou outra de sua preferência
  • açúcar impalpável (o quanto baste)


Para cobrir bolos de 25 cm a 30 cm
  • 7 colheres (sopa) de água
  • 2 colheres (sopa) rasa de gelatina incolor
  • 2 colheres (sopa) de glucose (volume de uma noz com casca)
  • 2 colheres (sopa) de margarina FORNO E FOGÃO
  • 2 colheres (chá) de essência de amêndoas ou outra de sua preferência
  • açúcar impalpável (o quanto baste)


Para cobrir bolos de 35 cm a 40 cm
  • 10 colheres (sopa) de água
  • 3 colheres (sopa) rasa de gelatina incolor
  • 3 colheres (sopa) de glucose (volume de uma noz com casca)
  • 3 colheres (sopa) de margarina FORNO E FOGÃO
  • 3 colheres (chá) de essência de amêndoas ou outra de sua preferência
  • açúcar impalpável (o quanto baste)


Pasta Americana de Chocolate

Para se obter a pasta com sabor de chocolate, siga a receita normalmente, alterando apenas a quantidade de açúcar.

Para fazer 1 medida da receita, coloque em torno de 350 gramas de açúcar impalpável, e acrescente aos poucos chocolate me pó (50% de cacau), e vá sovando até dar o ponto. Ou seja, a proporção é na média de 2/3 de açúcar para 1/3 de chocolate em pó.

Para a pasta que irá cobrir o bolo, faça e utilize imediatamente, porque com o acréscimo de chocolate em pó, a pasta tende a secar mais rapidamente, com propensão à rachaduras se demorar a utilizar.

Dicas importantes

Ingredientes

O equilíbrio dos ingredientes fazem toda a diferença, suas quantidades, textura, densidade e até temperatura, influi no resultado final da pasta americana. Abaixo, daremos algumas dicas sobre cada um deles, e se seguirem à risca, certamente obterão a pasta no ponto ideal de trabalho.

Água: 

Utilizar a quantidade indicada, sem acrescentar ou reduzi-la.

Margarina: 

Aconselha-se a utilizar as margarinas destinadas à culinária, as chamadas "Forno e Fogão", "Culinária" e etc ... porque são elaboradas para uso culinário, e portanto possuem uma quantidade de água reduzida em relação às margarinas comuns. Mas, pode acontecer desta margarina não ser facilmente encontrada em determinadas regiões, e se for este o caso, o melhor é optar por uma margarina que possua um alto teor de lipídeos, que hoje em dia trata-se da margarina "Qually", com 80% de lipídeos, mas existem outras com 65-70% de lipídeos.

Outra dica importante em relação à margarina, é utiliza-la em temperatura ambiente, porque se ela estiver gelada, provavelmente você a deixará em banho maria por mais tempo que o normal para poder derretê-la totalmente, e este "tempo a mais", faz parte da água evaporar, desequilibrando a quantidade correta dos ingredientes, e assim prejudicando o resultado final da pasta.

Gelatina:

Utilize gelatina sem sabor e incolor.

Glucose:

Aconselha-se utilizar a glucose branca. Embora o produto chamado "Karo" seja uma glucose, ele tem textura e densidade diferentes, enquanto que a glucose branca, costuma ser mais densa e menos líquida.

A quantidade aqui é muito importante, pois apesar de ser 1 colher de sopa, esta colher é aquela "colher de mãe", bem cheia mesmo, com um volume parecendo um ovo grande.

Açúcar impalpável:

Ele é diferente do açúcar de confeitero (glaçúcar), o impalpável é aquele açúcar que tem adição de amido de milho (maisena) na sua composição. Há várias marcas: Arcolor, Mix, Mavaleiro, entre outras.

A quantidade aqui é um tanto relativa, porque ela vai variar conforme a quantidade dos outros ingredientes, então não se pode afirmar a quantidade exata que a receita utiliza. Entretanto, para se saber o ponto certo da pasta, vá acrescentando o açúcar aos poucos.

Coloque na "cova" aproximadamente 350-400gr de açúcar (para 1 receita), e vá acrescentando mais açúcar conforme for sovando a massa, que a princípio estará grudenta.

Conforme for recebendo mais açúcar, ela vai tomando forma, e quando seus dedos ficarem marcados nela, sem que ela esteja grudando, é hora de parar de acrescentar o açúcar, pois já chegou no ponto ideal.

Quanto mais você sovar a pasta, mais macia e elástica ela ficará, e com menos risco de ter rachaduras.

Dicas sobre manuseio da pasta

Aplicação:

A pasta feita para cobrir o bolo, deve ser utilizada prontamente: fez a pasta, cubra o bolo imediatamente, caso contrário ela perde a textura ideal e pode "rachar" com mais facilidade.

Conservação:

A pasta que sobrar, guarde em saco plástico bem fechado e em local seco e fresco. Ela tem durabilidade de aproximadamente 15 dias. Não a coloque na geladeira, pois a pasta é extremamente sensível à umidade.

Reutilização:

A pasta que sobrar, seja a que foi utilizada para cobrir o bolo, seja a que foi usada para modelagem, pode ser reutlizada depois de alguns dias.

Então, quando quiser reutilizar a pasta que foi feita dias atrás, ela estará seca e mais dura, então faça o seguinte: coloque-a de 3 à 6 segundos no micro-ondas, e junte um "teco" da margarina que usou para fazer a pasta, e amasse (sovar) bastante até voltar a ter a mesma textura. Repita este processo até que ela fique boa de novo. E não precisa adicionar mais açúcar.

Tingimento:

Para se tingir a pasta americana, podemos usar 3 diferentes tipos de anilina (corante), observando o seguinte:

Corante em gel: pegue um palito de dentes, molhe a ponta dele no corante, junte-o à pasta, e trabalhe bem até incorporar todo o gel, tingindo a pasta. Repita o processo até obter a cor desejada. A anilina em gel é muito concentrada, portanto, para as cores claras, deve-se tomar o cuidado de não colocar gel demais, porque a cor poderá ficar mais escura que o desejado.

Corante líquido: utilizado apenas com aparelhos de tingimento, conhecidos como "Aerógrafos".

Corante em pó: o dourado, prateado e perolado, existem apenas na versão em pó, e o pó sozinho não se incorpora à pasta, devendo-se então, diluí-lo no álcool de cereais, ou qualquer outra bebida branca que contenha álcool, e aplicar com um pincel no local desejado. O mesmo vale para todos as corantes em pó.

Cola:

Para colar a decoração feita em pasta americana sobre um bolo coberto também com pasta, usa-se água em pequena quantidade através de um pincel, isso desde que a flor/figura que esteja sendo colada ao bolo não esteja seca, caso contrário apenas o glacê real poderá servir de cola.

Portanto, deve-se colar com glacê real, as figuras, flores ou qualquer outro adereço feito em pasta americana que já estejam secas na hora da aplicação no bolo. 

-----------------------------------------------

Bom, agora as MINHAS dicas ehehehe Afinal estou no Japão e não acho os mesmos produtos usados no Brasil.

Eu uso essas quantidades e sigo esses passos acima, não altero isso.

Margarina: uso a margarina culinária, mostrei aqui.

Acúcar impalpável: mostrei aqui. SEMPRE peneire antes de usar para evitar bolinhas na massa.

Gelatina incolor: mostrei aqui.

Glucose: aqui.

Essências: usei a de amêndoas uma vez e DETESTEI o resultado.  Fica muito enjoativo, eu uso essência de limão, mas você pode usar a de baunilha que é mais fácil de ser encontrada nos mercados.

Para a massa de chocolate:

Uso o cacau em pó, nunca achocolatados. Aqui

Se quiser a massa mais escura use corante marrom, não acrescente mais cacau senão ficará uma massa dura e sem maleabilidade nenhuma.

Existem outros tipos de cacaus no mercado que eu nunca usei, não me pergunte se pode usar pois não sei qual será o resultado. Se quiser arriscar, use e me diga se deu certo ou não ;)

Corantes: aqui.

Achei um vídeo com um jeito diferente de fazer a massa que achei muito interessante.  Da próxima vez acho que vou tentar assim.  Pode ver aqui. Dê uma olhadinha, dá pra ver o ponto nele.

Se quiser seguir a receita do vídeo:

Glicerina comestível: aqui.

CMC: aqui.
.

Read more...

Corantes comestíveis



Corante comestível ー 食用色素 (しょくようしきそ ー Shokuyou Shikiso)

Nos mercados é fácil achar em pó as cores vermelho, amarelo e verde.  E de vez em quando o azul.  Se quiser outras cores, ou é preciso misturar os corantes ou comprar online.

Algumas lojas: aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui,

Corantes brilhantes só acho em uma loja: aqui.

Corantes em gel: aqui, aqui, aqui ou aqui.

Corante líquido: aqui ou aqui.

Read more...

Glucose

Glucose ー (水飴 - 水あめ - みずあめ ー Mizuame)

Fácil de ser achado em qualquer mercado ou farmácia.






Read more...

C.M.C.


Carboximetilcelulosesódica - é um polímero hidrossolúvel derivado de celulose para uso em alimentos.  É apresentado em pó.
O  C.M.C. quando entra em contato com líquidos ele forma um gel.  Esse gel age como espessante, emulsificante e aglutinante.

Geralmente é indicado para fazer uma cola para grudar confeitos ou para dar elasticidade em pastas americanas ou massa elástica.

Não é encontrado em mercados, infelizmente.  Nem lojas especializadas de confeitaria. Eu compro online.

Tylos ー タイロース

Aqui ou aqui.

Read more...

Pão de queijo light


Vi muitas receitas de pão de queijo feito com batata doce ou inhame e resolvi experimentar. Não segui nenhuma receita, fiz no olhômetro e deu super certo. Saudável e gostoso.

  • 1 xícara (chá) de inhame cozido e amassado
  • 500 g de polvilho doce
  • 2 ovos
  • 200 g de queijo cottage
  • leite até dar o ponto (usei o desnatado)
  • 50 g de queijo ralado
  • sal a gosto


Misturei tudo, não cheguei a medir a quantidade de leite, fui acrescentando até o ponto, parece massinha de modelar, se conseguir fazer as bolinhas sem esfarelar está pronto.

Eu faço as bolinhas e congelo, asso congelado mesmo a 220º C por mais ou menos 25 minutos.

As receitas que vi por aí só usam queijo cottage, eu coloquei o parmesão porque, apesar de ter ficado com cara e textura de pão de queijo, ficou sem gosto nenhum rsss 

Acho que dá pra substituir o inhame por batata doce, vou tentar da próxima vez.

Read more...
Related Posts with Thumbnails

Seguidores

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP